domingo, 21 julho 2019 22:22
Expert Insight

"Partilha de responsabilidades" no diagnóstico do VIH pode melhorar os resultados

Os sistemas de prestação de cuidados de saúde devem tomar partido das inovações que atualmente existem em termos de diagnóstico e monitorização. Foi com este intuito que o Dr. Chishamiso Mudenyanga trouxe ao IAS 2019 o exemplo levado a cabo pelo Clinton Health Access Initiative (CHAI), em Moçambique, que procura fazer a diferença no diagnóstico e acompanhamento de mulheres grávidas e lactantes. Assista ao vídeo.

Vídeo

Denominada "Paragem única", este programa garante que as utentes que procuram a CHAI conhecem os resultados do seu diagnóstico no próprio dia, recebendo também nessa mesma altura a medicação adequada. Uma estratégia que, de acordo com o especialista, responde a uma importante necessidade das pessoas em risco de contrair a infeção por VIH: "conhecer urgentemente" o seu diagnóstico.

Sobre a sua intervenção durante a sessão “Enabling differentiated and patient-centric care using true point of care diagnostics” e intitulada "Providing VL for pregnant & breastfeeding women using a true POC solution" , o Dr. Mudenyanga afirma que "não precisamos de nos concentrar apenas nos laboratórios. Podemos abrir a realização de diagnósticos a outros serviços de saúde", providenciando assim uma maior facilidade na obtenção da carga viral das mulheres grávidas e lactantes. "Esta partilha de responsabilidades deverá ser um caminho a percorrer, de forma a melhorarmos os resultados dos serviços de saúde", conclui.

Subscrever Newsletter do Congresso

Agenda

jul21
12:30 - 14:30
Palacio de Iturbide 3
jul21
19:30 - 20:30
Sala A

Área Reservada

OS DADOS, OPINIÕES E CONCLUSÕES EXPRESSOS NESTE ESPECIAL DIGITAL NÃO REFLETEM NECESSARIAMENTE OS PONTOS DE VISTA DA VIIV HEALTHCARE MAS APENAS OS DOS AUTORES. A VIIV HEALTHCARE NÃO SE RESPONSABILIZA PELA ATUALIDADE DA INFORMAÇÃO, POR QUAISQUER ERROS, OMISSÕES OU IMPRECISÕES.

Pesquisa